segunda-feira, 14 de junho de 2010

Surprise!

Graças a Deus, completei mais um ano de vida neste domingo, dia 13 de junho.

Foi um dia realmente muito bom, e vai levar muito tempo pra eu esquecer deste dia. Se um dia eu esquecer, né? Mais precisamente, a noite ainda do dia 12, sábado. Por que? Contar-lhes-ei! (Sempre quis escrever assim aqui!)

Naquela noite, os três jovens (Taty, Dyessica e Diego) que estão participando da Escola de Coordenadores da PJ fariam a reunião do grupo, visto que esta é a atividade de todo mês por conta da programação da Escola para que possam receber o certificado. Então pude ficar relaxado com relação a preparar a reunião. E mesmo que eu não tivesse que me ocupar deste trabalho, poderia aproveitar pra passear, mas não perderia uma reunião do grupo com pessoas motivadas trabalhando nela. (Ou seja: eu queria sentar na cadeira e ver a reunião que eles prepararam!)
Tudo correu muito bem (eu fiz a Ata e a reunião foi com muitas dinâmicas divertidas), e quando se encaminhava pro final, notei que algumas pessoas estavam saindo e entrando da sala com muita freqüência. Mas não liguei muito para o fato, porque pelo horário é normal pessoas de fora ligarem pra quem está na reunião... E quando acabou, a Dani (do Jean) começou a dizer que era pra “todos esperarem que a Taty fez umas lembrançinhas pra entregar na reunião, mas esqueceu em casa; ela esta indo buscar e vocês esperam um pouco. – Daí virou pro meu lado e disse: Marcelo, vai com ela pra ver se você aprova entregar as lembrancinhas”.

Daí, eu liguei uma coisa com a outra: nunca, JAMAIS isso aconteceu lá. E como estávamos na véspera do meu aniversário, já senti o cheiro de armação. Daí eu me lembrei de ver algumas pessoas trazendo refrigerantes pra reunião, mas não liguei. (Exceto o fato de o Darci passar uma Coca-Cola por cima da grade pra alguém!) Afinal toda hora alguém falava de um aniversário de um amigo que eles iam ou do aniversário da Camila que ela chamou alguns pra ir na casa dela. Mas como não havia recebido nenhum convite deles, eu ia pra casa depois de comer um lanche com algumas pessoas que já tínhamos combinado durante a semana.

Enquanto íamos de carro (do Evandro) pra casa da Taty, eu ia rindo sozinho comigo mesmo pensando no que eles estariam preparando no CPJ (Centro de Pastoral da Juventude) na minha ausência. E lembro de ver a Danizinha correndo pra dentro da salinha quando o carro saiu. Mas demoramos menos do que devíamos e quando paramos o carro, o Jean pulou na frente do carro e saiu de perto do CPJ, e então eu vi meus pais lá. Sim! Meus pais! E pensei: “Ai meu Deus! Que é que eles estão fazendo aqui?! Quem mais vai estar lá dentro?!” E quase aos pontapés tive que me distanciar do local. Daí como o Jean também estava aniversariando, não poderia ver o que estava acontecendo lá dentro. (Mas o dele é no dia 12, e o meu 13.)

Daí quando entramos, havia um bolo decorado escrito ‘Parabéns Marcelo’, com uma vela de interrogação (que NÃO apagou facilmente), salgadinhos, balinhas de coco, refrigerantes, e chapéus, línguas de sogra, e dentes de vampiro, além das bexigas. (Era pra enchê-las que tanta gente saia e entrava da sala! Sim, foi quase uma festa temática infantil! Ah! E os chapeuzinhos eram do Homem-Aranha, Princesas e Turma da Mônica. ^^ ) Meus pais, meu irmão e a namorada dele estavam lá, além de grande parte do grupo Jucris olhando pra minha cara de inocente que realmente não sabia de NADA!! Havia também um cartaz muito bonito que certamente a Dani fez (pois o segurava, e o texto, com o qual concordo plenamente, dizia coisas muito valiosas! Valeu!)

Quem idealizou o evento foi minha mãe. Como passo a maior parte do tempo naquele local, ela resolveu fazer minha festa lá. Daí muito ‘por baixo dos panos’ falou com Cae, Vagner Ayame (você nem me contou, hein!), Danizinha, Dani e sabe Deus com quem mais. E teve ajuda das minhas tias Bete e Miriam e da minha prima Stella na preparação dos bolos e salgados. E eu, sem querer, ajudei todo mundo porque sai de casa mais cedo pra reunião do Adofran, dando tempo pra que fritassem os salgados em casa SEM EU VER NEM DESCONFIAR DE NADA! Sem contar que falei várias outras coisas pra ir informando o povo todo do que eu ia fazer naquela noite. ¬.¬ Bando de manipuladores...

Foi muito legal. Principalmente da parte de algumas meninas que antes de a reunião começar, perguntaram até que horas ia a reunião porque elas tinham um compromisso pra mais tarde. E fiquei muito contente que elas aguardaram minha volta pra me parabenizar e ir embora. Sem contar que gostei muito que eles ajudaram minha mãe a fazer tudo isso e todos demonstraram muito bem que eu sou de fato importante pra eles. Pena que algumas pessoas não puderam estar lá naquela noite. Incluindo, claro, o sr. Ayame que estava em excelente companhia da namorada em outra cidade curtindo o final de semana e o Dia dos Namorados. =)

Obrigado a todos que contribuíram nesta festa e à quem colocou meu nome em ação de graças nas intenções da missa da noite de domingo. Agradeço a todos que tem estado comigo nesta caminhada de vida e que a cada dia fazem minha vida mais feliz. Obrigado de coração.

E pra não deixar passar, tenho uma notícia que vai deixar muita gente assustada: eu estou saindo do meu trabalho. Foram cinco anos e nove meses de trabalho naquela empresa e aprendi MUITAS coisas lá. Todos ainda estão em estado de choque com isso, pois ninguém esperava que um dia aconteceria assim. Mas chega uma hora na vida de um homem em que ele deve ser firme nas decisões que escolheu e por mais que ‘incomode o comodismo’, deve fazer aquilo que deve ser feito para que o futuro seja melhor. #GRAÇASADEUS! Obrigado a todos que me encorajaram a fazer isso e me mostraram que há novos horizontes que podem ser alcançados. Acreditem quando digo que pensei em todos(as) vocês quando disse a um dos meus três patrões (Kyotos) sábado passado: “Queria conversar um assunto importante com você. E digo que não vai gostar.”

É isso aí galera! Idade nova, saindo do trabalho antigo, e desejando que coisas boas continuem a acontecer ao meu redor!

Ah! E ainda tenho um mês de trabalho. Estou cumprindo ‘Aviso’ e todos os dias posso ir embora mais cedo. Espero saber aproveitar bem este tempo que me será dado. E quando estiver oficialmente ‘sem trabalho’, vou aproveitar pra colocar tudo no lugar e descansar um pouco, pois eu preciso/mereço. Daí encontro (com a graça de Deus) um trabalho 100% melhor do que o ‘atual’.

Até a próxima, pessoal!


Sim, estou usando um chapéu do Homem-Aranha!

2 comentários:

Maris =D disse...

Veja bem, a mensagem que a TIM não te entregou no dia de ontem:

"Feliz aniversário pra você! Muitos anos de vida, mtas felicidades.. ahhn, e um trabalho novo e melhor pra ti! =) Esse é meu número novo, que acho que vc não tem =P"

De qq forma, fico feliz em saber que foi um bom dia pra você e que tu fostes feliz neste dia.

Beijaoetudodemelhorprati =*

Inugami disse...

Ora, meu querido... Acha mesmo que eu ia estragar a surpresa que a sua mãe ia te preparar com tanto carinho?

Eu não gostaria que vc me contasse se fosse o contrário =D

De novo, lamento não poder ter ido =/
Deve ter sido hilário ver sua reação XD

Abraços e parabéns!