segunda-feira, 15 de março de 2010

Normal!

Tudo voltou ao normal. Digo isso pelo seguinte: no post anterior tinha duas notícias: o início do meu namoro e o assalto.

Sobre o namoro, eu li depois o que estava postado e eu achei que parecia meio ‘desanimado’ com o início do namoro. Percebi isso com o “De novo. ¬.¬” que coloquei lá. Mas agora eu posso dizer usando estas mesmas palavras aqui, dizendo que as coisas voltaram ao normal porque eu estou solteiro. “De novo. ¬.¬”.

Da última vez, um ano atrás, foram 18 dias, depois quase dois meses (com a mesma pessoa), e agora 16 dias. O que esta acontecendo? O problema está em mim, nelas, ou o que será que acontece?? Neste último namoro, o problema principal é que nos conhecemos no fim de Janeiro. Ficamos um tempo sem contato, e com menos de duas semanas conversando só de vez em quando, começamos o namoro. Foi tudo muito rápido. A gente nem se conheceu direito antes de pensar num namoro.
Mas o importante é que a gente pode dizer com orgulho que tentamos. Imagina se láaaa na frente a gente se reencontra e percebe que poderíamos ter tentado, mas que agora é impossível por termos casado e tido filhos com outras pessoas? Daí não poderíamos mais.
Tentamos o namoro, mas acabou.
E com a ajuda dela, a Meg, a cadelinha daqui de casa continua viva e forte. Isso porque ela ficou doente demos a ela uma receita que minha ex deu...

E outra coisa que voltou ao normal é minha bicicleta! Sim, meus amigos e amigas! Recuperei minha montaria metálica levada no assalto!
E foi ‘simples’: depois do acontecido, eu ficava olhando pra todos os lados em busca dela (fosse na forma original, fosse pintada). Daí, passando do lado da ciclovia, eu a vi. Reconheci mais pelo ideograma de ‘Tenshi’ colado nela. Tenshi, pra quem não sabe, ou não lembra, significa ‘Anjo’ em Japonês. Daí gritei pra pessoa parar, que a bike era minha, que foi roubada, e tal. Então fui la, conversei com a pessoa e depois fui buscar na casa dela. E agora só tenho que comprar outro cadeado pra ela, porque o que estava nela foi pro beleléu.

É, tudo está voltando ao normal. Tem algumas coisas ainda, que não envolvem este namoro ou o assalto, ou a cadelinha, que ainda precisam voltar a acontecer, e voltar ao normal, ou mudarem. Só tenho duas coisas a fazer: entregar nas mãos de Deus e agir. Porque nada vai cair do céu sem mais nem menos. Ou vai? O.o

Um abraço, e fiquem com Deus!

"Tenshi!"

Um comentário:

Maris =D disse...

Beijomedeveumaligaçãoemeunúmeromudouporqueagoraeumoroemcuritiba ;*

saudades de vc!