quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Travel

Two years has passed since the second JEFAC of the history... Opa, to empolgado com o curso de inglês! Nestes dias 18 e 19, completamos dois anos da realização do Mega encontro J.E.F.A.C. da Pastoral da Juventude no grupo Jucris. Aaaah, que saudade daquele fim de semana! Realmente foi um divisor de águas! Eu, que já estava no cargo de vice-coordenador do grupo, estava animado com um grupo novo, onde tudo era novo, e legal! Diferentemente do meu grupo anterior, agora tinha JOVENS no grupo, ao invés de crianças de 5 a 12 anos, mais ou menos. Era diferente trabalhar com eles. Bom, aí veio O Encontro.

Quando terminou, minha empolgação estava a mil! Não via a hora de aquela semana acabar logo pra chegar o próximo sábado e fazer a reunião do grupo! As músicas, a espiritualidade, os trabalhos que fizemos, as pessoas que conheci, o material que usamos! Tudo marcou muito minha vida! De modo especial entre os materiais, o primeiro contato com o Oficio Divino da Juventude! Aaah, como esse Oficio é incrível! Usa-lo nas reuniões, retiros e em qualquer momento é mudar totalmente o rumo da história! Não, não estou sendo exagerado! Quem conhece, sabe do que falo. As canções, salmos, refrões meditativos, e tudo mais que ele tem ajuda (e muito) a encarnar mais facilmente a espiritualidade, levando-a para a vida. E sem ele, o JEFAC seria meio que... VAZIO...

Claro que o encontro não depende só do ODJ (Oficio Divino da Juventude), mas sem ele fica difícil, pois algumas músicas que os jovens não conhecem estão lá e marcarão a vida deles por muito tempo. Sim, sim, estou falando da “Anunciação” de Alceu Valença e do “Pai-Nosso dos Mártires”. ^^ Depende também da boa vontade e abertura de coração de quem estiver participando do encontro, e claro, de quem estiver trabalhando nele também, pois é um trabalho magnífico. Depois do nosso, já tivemos mais 3 JEFACS, e um quarto está ‘previsto’ para o começo do ano, e pelo menos mais uns 4 ou 5 pra 2009.

Mas a vida não é sé JEFAC, né, Ayame? Há 2 semanas, optei por “cuidar do jardim”, ao invés de correr atrás das Buterfrees. E não é que a primeira delas já apareceu?! E de nível altíssimo! Agora a motivação pelo “diploma de jardineiro” é muito maior e prazerosa. E viva a vida! Estou feliz pelos últimos acontecimentos, mas sinto por certas coisas que DEVERIAM ter acontecido no último fds, mas não aconteceram... Tsc. E agora? Quando é que... bom, vamos cuidando do jardim, né? =^.^=

Fui pra 7ª e última etapa da Escola de Educadores Arnaldo Beltrame, em Apucarana, no sábado, e foi uma pena eu não ter tido como ficar até o fim, no domingo, afinal, eu tinha outros compromissos no domingo. Mas ano que vem, a escola vai vir pra Arapongas, e o trabalho que eu devo executar será um pouco mais “suave”, e talvez eu acabe indo apenas uma ou duas vezes pra lá. Vamos ver, né?

E como estou de férias, e aproveitando algumas oportunidades, fui com meu pai e minha mãe pra São João do Caiuá, aqui no PR mesmo, que é a cidade onde minha mãe nasceu. Cidade MUITO tranqüila. E pequena. Pena que não tem NENHUM lugar onde se possa comer um lanche. Só encontramos um bar, onde pudemos nos alimentar com um baita pastel de carne.

E fui também, em Londrina, num tipo de evento que já tem 3 anos que eu não participava! Um evento de Animê e Mangá! O chamado AnimeZone! Tirei muitas fotos lá! Cosplayers de todos os tipos e gostos estavam lá! Até mesmo a grande personalidade “Wilson” do filme “Naufrago” estava lá! Sim, meus companheiros! A bola Wilson estava lá e disputando a preferência da galera com um Nabo de 3 m de comprimento! É sério! Havia uma ‘facção’ de cada um lá dentro, e cada um tentava arrebanhar mais adeptos para seu ‘adorado líder’! E tinha até um cosplay do Seiya usando a última armadura de Pégaso! Legal, mas podia ser melhor. Só que pelo trabalho que deve dar pra fazer um daqueles merece pelo menos uma nota 8. Quem sabe eu também não vou de cosplay um dia também? Já tenho algumas idéias!

E para encerrar, comprei no evento, um bonequinho do Milo de Escorpião, dos Cavaleiros. Ele mede quase 13 cm de altura, e é muito bonito. Só que não é um Cloth Myth, como eu queria! Eu não achei um desses nem em Londrina terça-feira, que era minha meta encontrar, e minha esperança era de que no AnimeZone, alguém estivesse vendendo. Mas não. Só que pra não voltar de mãos abanando, eu comprei o Milo. Segue abaixo a foto dele, versão 2007, junto com a versão de 1996. Percebam o nível do brinquedo! E se me perguntarem: “você não teve infância não?” eu respondo: “tive, mas não tive na infância um Cavaleiro neste nível, nem um Cloth Myth!”. Tenho 22 anos e trabalho. Posso comprar o que eu quiser, não é? Então, deixa eu ser feliz! ^^

Ah! E o Vagner é portador de uma espada de verdade vinda diretamente do evento! Cara sortudo! Tanto pela espada, quanto por outros motivos incríveis, não concorda, Ayame? ^^

Por hoje é só! Até a próxima, quando eu já terei voltado a trabalhar!


Milo de Escorpião! (E um crânio de T-Rex)

Um comentário:

Inugami disse...

Ora ora... MUITO SORTUDO, diga-se de passagem.
Por causa de um certo evento que ocorreu terça feira. Something Special, girl... hum hum hum.

E to dando uma de cupido de novo pro teu lado, senhor Shigure. Dessa vez... Bem, otra hora a gente se fala.

MWAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA