quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Is Ending

Salve, salve, pessoal!

Tudo bem? Espero que sim.

Bom, na manhã de hoje, dia 01 de Dezembro de 2010, meu irmão, ao passar por mim de manhã disse: ‘dá pra acreditar que começou Dezembro?’ E eu disse que não, não dá pra acreditar. Meu, o ano passou muito rápido! Tá, eu sei que todo ano dizemos isso em Dezembro, mas é verdade.

Ainda temos um mês até que o ano termine mesmo, e Dezembro é um dos 12 signos, digo, meses do ano. Mas 2010, assim como foram 2006, 2002, 1998, 1994, e anos anteriores, e como serão 2014, 2018, 2022, 2026, e seguintes, serão anos ‘curtos’. Estes anos são anos de Copa do Mundo, e de Eleições Presidenciais. Dizem que o ano (todos eles) começa mesmo depois do Carnaval. Janeiro é mês de férias, Fevereiro mês de volta às aulas e junto com Março, mês de Carnaval. Daí vem a Páscoa em Abril ou Março também, e aí sim o ano começa de verdade. Mas em anos como os citados, em Abril / Maio já tem toda aquela grande expectativa das seleções estarem terminando os preparativos para a Copa do Mundo que começa em Junho e vai até Julho, quando vem as férias escolares.

E como eu li no Twitter, ‘agora que passou a Copa, sobra mais tempo para se pensar em quem vai votar’. Aí vem Agosto e Setembro com os políticos fazendo promessas (muitas vezes falsas) e aparecendo em todo canto apertando mãos, abraçando pessoas e pegando no colo crianças assustadas com a multidão enlouquecida. Horário político na TV e nos Rádios, distribuição de ‘santinhos’, cabos eleitorais brotando do chão em cada esquina, e outras coisas aporrinham nossa mente tentando nos convencer que o candidato ‘J’ é melhor que os candidatos ‘K’, ‘R’, ‘F’, ‘Z’, e todos os outros juntos. Daí vem Outubro finalmente e a gente vota neles no começo do mês, e se acabar dando segundo turno (o que tem sido bem comum) temos até o fim do mês para pensar entre os candidatos, quem é o ‘menos ruim’. Aí chega Novembro, e finalmente teremos um ‘Ano Novo’. Só que o ano já está acabando, restando apenas dois meses do ano que foi corrido e disputado nos sambódromos, nos campos e nas urnas.

Novembro é um mês até que calmo. Daí vem Dezembro, e é aquela correria de novo: lojas abertas até mais tarde não impedem que nas vésperas do Natal muita gente fique que nem louco correndo atrás dos presentes que faltaram (pelo menos 85% dos presentes não foram comprados). Sem contar as muitas formaturas, confraternizações, amigos-secretos, bailes de fim de ano, novenas, visita de parentes de longe (ou viagens até eles), e mais um monte de coisas aí que vocês devem saber melhor do que eu.

Daí acabou o ano. E vem mais um pra gente fazer um monte de coisa e começar a pensar em quem vamos votar no ano seguinte pra Prefeito e Vereadores em nossas cidades.

Analisando rapidamente o ano de 2010 pra mim, acho que foi um ano muito bom. Alcancei a coordenação do grupo Jucris, que era algo com que eu sonhava fazia um tempo, e que apesar de não ter tido todo o resultado esperado durante o ano, o grupo não fechou as portas; pelo contrário: muita gente nova entrou, o que significa que o grupo sabe sim acolher outras pessoas. Conquistei algumas namoradas, mas por algum motivo misterioso, acabou que nenhum namoro foi pra frente. Mas o ano ainda não acabou. =D Né? Fiz vestibular na Unopar para o curso de Publicidade e Propaganda, e minha posição entre os 92 participantes, foi a de número 9. Bom resultado pra quem nem estava muito empenhado em fazer o vestiba e nem pegou em nada pra estudar. Só o texto que eu sofri um pouco pra fazer, mas tá valendo. (Que? Não acredita? É sério! Sofri um pouco sim. O tema era sobre a liberdade de expressão. Diferente do blog que eu posso escrever quantas linhas eu desejar, lá tem um limite e não há como passar dele. Daí penei um pouquinho pra conseguir colocar no papel um monte de ideias que eu tinha, mas não poderia colocar todas no texto.) Não viajei esse ano pra lugar algum, só fui em Londrina, Apucarana, Sabáudia, e só. Conheci muitas pessoas interessantes também. E não apenas dentro do Jucris, afinal minha vida não é só lá. Pessoas no consultório do dentista, na fila do amarelinho em Rolândia, pessoas na internet (via Twitter) e pessoas novas num emprego diferente.

Depois de quase seis anos no mesmo lugar, juntei minhas coisas e fui embora. Pouco mais de um mês em casa, e comecei a trabalhar outra vez, onde o serviço era semelhante, mas um pouco diferente. O bom é que não tenho mais a responsabilidade de ficar cuidando das impressões nas máquinas de 1,20 m de boca, nem nas máquinas de recorte de adesivo, ou na de corte especial em mdf, acrílico e afins. O fato é que sinto um pouco de falta daquele lugar, mas isso passa.

2010 foi também o ano em que depois de pouco mais de um ano da conta criada, eu realmente comecei a usar o Twitter de modo constante. Peguei o jeito da bagaça, e até que me dei bem no uso dele. (Eu acho...)

Não desenhei muito também, embora eu tenha desejado fazer mais vezes isso ao decorrer do ano. E o pior de tudo: eu não fiz nenhum curso. Só comecei o curso gratuito da Tigre, e no segundo dia eu já não fui. O curso era muito longo: 4 tardes apenas. Das 13:30 até 17:30 hs. Muito tempo, né? ¬.¬ Devia ter feito sim, na verdade. Não estava trabalhando naqueles dias, e devia ter usado o curso pra aprender algo novo. Agora já foi. Vacilão...

Aqui no blog também foi um ano fraco, já que não cheguei nem a 15 postagens. Em 2008 e 2009, foram 21 e 20 postagens respectivamente. O Paladanjos, que eu fiz tanto alarde quando abri os blogs, escrevi apenas UM capítulo este ano. Vergonhoso. Abri um blog pro Jucris também, mas fiz apenas umas 3 postagens e abandonei. E abri mais um em Setembro agora, e este está um pouco melhor. Mas depois eu falo dele. =)

Enfim, o ano está acabando, mas ainda temos um mês pela frente. Tem muita coisa que não dá mais tempo de correr atrás, mas tem muito mais objetivos que podem ser alcançados. Basta um pouco de força de vontade. E tenho aí ‘um certo objetivo’ que, pela Graça Divina, irei alcançar. Daí é só manter e cuidar pra que tudo saia conforme o planejado e todos fiquem bem felizes.

Fiquem com Deus, pessoal, e até a próxima!


“Os dias passam, passam as horas” – ‘Velhos Outonos’ Rosa de Saron

Um comentário:

Maris =D disse...

Parabéns pelos seus sucessos!

Acho que depois de seis anos trocar de emprego é um passo pra quem quer o melhor e esta em busca disso, corra atrás mesmo! Afinal, seres humanos tem a tendeência de se acomodar depois de um tempo e achar que tá tudo bem. E isso não trás avanços.

Você foi o primeiro, dos blogs que eu acompanho a falar de fim de ano e saldo de mundaças em 2010 :D

Tudo de bom pra ti! Estou na torcida!