sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Rare Date

Olá!

Hoje é dia 08/08/08!

Não sei como se chama uma data assim, mas muitas coisas importantes acontecem em datas como esta! Não me lembro como foi em outros anos, mas em 03/03/03, comprei a 1ª Edição Brasileira do mangá Yu Yu Hakusho! Em 05/05/05, perguntei pra minha namorada na época o que ela tinha feito de especial nesse dia, e ouvi com muito orgulho ela dizer que ‘esteve comigo’! Em 06/06/06, muita gente ficou com um ‘pé atrás’, por causa do números do dia: 666, o que rendeu uma comunidade no Orkut, a “Eu sobrevivi ao 06/06/06”, com direito a letras de fogo e fundo preto. Em 07/07/07, eu acordei as 7:06 da manhã pra ver o celular cheio de Setes um minuto depois. E na noite daquele sábado, comecei a namorar. Considero o 7 o número da perfeição, e por conta disso, considerava aquele dia ainda mais perfeito. Porém, este “lado da perfeição” não chegou a durar dois meses.

Hoje, em 08/08/08, não comprei nenhum mangá, não comecei a namorar, nem passei o dia com minha namorada, (pois ela está 140 km longe), nem estamos receosos pelo número 8. Hoje, ‘estamos’ ansiosos pelo início das Olimpíadas de Beijing, na China, e esperamos pelas Medalhas de Ouro que nos trarão os competidores brasileiros. O que me faz lembrar que há quatro anos, eu estava gravando os Cavaleiros do Zodíaco na Band, e que no canto da tela tinha gravado os Arcos Olímpicos, e durante uma semana inteira (cinco dias) não foi exibido um único episódio por conta dos jogos! Eu nem curto isso, e eu fiquei extremamente bravo. Puxa vida, estávamos no meio da luta entre Hyoga de Cisne e Milo de Escorpião, mas parece que eles deram uma trégua pra ver os jogos! Hoje não preciso me preocupar com isso, pois tenho os episódios gravados, e também em CD e posso assistir quando quiser!

Independentemente de estar passando finas dos jogos Olímpicos, da Copa do Mundo, ou do Concurso de Miss Universo (hummm, acho que nesse caso, é possível haver alterações no cronograma), não preciso me preocupar, que posso assistir a batalha contra o Cavaleiro de Gêmeos, o Guerreiro Deus de Merak, ou contra o General Marinho de Sirene do jeito que desejar. Deixemos isso pra lá.

Vi uns pedaços da Abertura dos Jogos, e vi que a tecnologia, luzes, invenções, e tudo mais que foi mostrado de belo e perfeito, mostra um mundo que gostaríamos que fosse real, mas não é. Nem tudo é belo neste mundo. Nem tudo é perfeito. Porém, vale lembrar que nem tudo é feio, nem tudo é errado. E é exatamente isso que faz o equilíbrio do mundo se manter estável. Mas não é bem assim que estão as coisas. Infelizmente, o que é errado está se tornando comum, e assim, a população aceita. Chega disso também.

Depois vou escrever de novo pra falar da Semana Jovem e outras coisas que ainda não escrevi. Uma delas está me ‘travando’ e me tomando boa parte do tempo. Mas vou ganhar uma grana extra com isso. E vou a um lugar onde quero ir faz pouco mais de dois meses. E não é no Mato Grosso. (Embora também queira ir pra lá, mas...)

Até mais!

Um comentário:

Inugami disse...

3:30 na frente da rodoviária